terça-feira, setembro 28, 2010

Eles estavam reunidos em um famoso ponto de encontro em Pequim



Até nove anos atrás, homossexuais eram considerados doentes mentais no país (Ted Aljibe/AFP)
 

A polícia chinesa prendeu mais de 200 homossexuais que estavam reunidos no principal ponto de encontro gay ao ar livre da capital Pequim. As razões da detenção em massa não foram reveladas, informou nesta terça-feira o jornal Global Times. A batida policial ocorreu na noite do último domingo, em Mudanyuan, para onde se deslocaram 20 veículos policiais, incluindo equipes de agentes com armas e táticas especiais.
Contudo, o porta-voz do Birô de Segurança Pública de Pequim, Zi Xiangdong, tentou amenizar a repercussão do caso e disse se tratar de uma operação de rotina, realizada anualmente sempre antes da celebração do Dia Nacional na China, comemorado em 1º de outubro. Entretanto, o país é conhecido por sua intolerância com gays - que até 2001 eram considerados doentes mentais tanto pelo governo quanto pela população em geral.
Segundo comentários de frequentadores de Mudanyuan em sites e fóruns da internet, os presos foram levados a uma delegacia e liberados somente horas depois, após mostrarem seus documentos de identificação, passarem por exames de sangue e deixarem impressões digitais e fotos.
(Com agência EFE)

fonte site G1

Nenhum comentário: